Agroterenas encerra safra 21/22

Mais uma safra de cana-de-açúcar concluída com sucesso! Mesmo com as adversidades climáticas, as três Unidades do grupo: Deodápolis, Maracaí e Paraguaçu Paulista colheram 5.395.903,08 toneladas. A produção total de açúcares praticamente não variou.

Todas as unidades apresentaram resultados bastante satisfatórios, principalmente em função das geadas e seca observadas no período. A Unidade de Deodápolis (MS) fechou com 1.141.047,06 toneladas de cana colhidas, sendo 73 toneladas por hectare e aumento da quantidade de açúcar/ton (ATR) para 140 kg, sendo ao final a unidade que mais sofreu.

Em São Paulo, a Unidade Maracaí se destacou em relação a toda região centro-sul, colhendo 2.234.317,52 com uma produtividade de 88 toneladas por hectare. Já em Paraguaçu Paulista, a cana colhida chegou a 2.020.538,50 toneladas e produtividade de 79 toneladas por hectare. Em relação à quantidade de açúcar, a Unidade Maracaí apresentou 145 kg/t e Paraguaçu Paulista 146 kg/t.

Segundo o Diretor de Operações Agrícolas, João Guilherme Iglézias, “os resultados são o reflexo do empenho de todos os colaboradores que trabalharam com energia e maestria para que mais uma vez alcançássemos os objetivos de produção mesmo em uma situação muito adversa”. Vale frisar que durante toda a safra a Agroterenas manteve as medidas preventivas estabelecidas pelas autoridades de saúde para proteger os colaboradores da Covid-19.

Parabéns a todas as equipes!

Agroterenas expande negócios com industrialização do suco de limão (FCLJ)

Há 11 anos fornecendo cana-de-açúcar, grãos, laranja in natura, Suco Concentrado Congelado de Laranja (FCOJ) e coprodutos, a Agroterenas se consolidou pela excelência de seus produtos. E, a partir de agora, a empresa apresenta ao mercado mais um produto: o Suco de Limão Concentrado Congelado (FCLJ), que é produzido sem uso de aditivos e com matéria-prima própria a partir das variedades do limão siciliano: Limonera, Lisboa, Gênova e Eureka.

Além do suco, a Agroterenas processa os coprodutos do limão: Óleo Essencial de Limão (CPLO) e Terpeno Cítrico de Limão, ambos obtidos da extração da fruta e bastante utilizados na indústria de produtos químicos, solventes, aromas, fragrâncias, tintas, resinas e cosméticos. A casca e o bagaço do limão também são utilizados na produção de pectina e para complementar a nutrição animal.

“Estamos muito satisfeitos com esta diversificação, porque sabemos que estamos oferecendo para o mercado mais um produto de excelente qualidade, assegurando que todos os processos sigam os mais rigorosos padrões de segurança alimentar. Investimos em práticas realmente sustentáveis, como o reuso de água condensada na Indústria, o uso da lenha da laranjeira e limoeiro na caldeira e o reaproveitamento integral da fruta”, afirma o Diretor de Produção Agroindustrial, Ezequiel Castilho.

Vale ressaltar que na Agroterenas Industrial Citrus, todas as operações no campo, de logística e na indústria, possuem sistema de rastreabilidade. Assim é possível garantir informações precisas da fruta, do suco concentrado e dos coprodutos, desde a matéria-prima até a entrega para os clientes.

A Unidade está estrategicamente localizada no sudeste do país e a parceria com o terminal de suco concentrado em Rotterdam, na Holanda, confere apoio logístico para distribuição na Europa. Atualmente, a Agroterenas exporta seus produtos para cerca de 25 países.

Agroterenas: qualidade certificada internacionalmente

A Agroterenas é comprometida com a segurança de seus produtos e por isso utiliza ferramentas e técnicas que propiciam melhorias contínuas em seus processos para alcançar os resultados e qualidade desejados. Esse sistema de gestão garantiu à Agroterenas Industrial Citrus bons resultados nas certificações: HACCP/ APPCC, Halal e Kosher.

As certificações Halal e Kosher avaliam os produtos que estão de acordo com a jurisprudência islâmica e com as leis alimentares judaicas, respectivamente. Já o sistema HACCP/APPCC (Hazard Analysis and Critical Control Point / Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle) certifica todos os processos, do início ao fim, e é voltado para a segurança do alimento.

Para receber as certificações a Industrial Citrus é auditada periodicamente. Esse processo assegura os rígidos processos de fabricação e a participação da empresa no mercado nacional e nos principais mercados internacionais.

Vale lembrar que recentemente a Agroterenas também recebeu nota máxima na auditoria SGF (do alemão Foundation of Schutzgemeinschaft der Fruchtsaft- Industrie / Fundação de Proteção das Indústrias de Sucos de Frutas), que atua no mercado Europeu de sucos e outras bebidas de frutas.

Nota máxima em uma das principais auditorias do mundo!

A Agroterenas Industrial Citrus foi aprovada com nota 100% na auditoria SGF (do alemão Foundation of Schutzgemeinschaft der Fruchtsaft- Industrie / Fundação de Proteção das Indústrias de Sucos de Frutas). De acordo com a Coordenadora de Gestão da Qualidade, Lidiane Matioli Gonçalves, a Indústria foi elogiada pelas condições apresentadas e por atender a todos os requisitos da auditoria, especialmente no que diz respeito à limpeza, qualidade, organização estrutural, bem como de documentos e registros.

O conhecimento dos colaboradores em relação às solicitações dos auditores, assim como todas as informações que foram prontamente atendidas, também foram bem avaliados durante a auditoria. “A Agroterenas Industrial Citrus preza pelos processos corretos e eficientes, pela qualidade e segurança do produto, e também pela melhoria contínua”, ressalta a Coordenadora.

A SGF é uma importante Associação Industrial que atua no mercado Europeu de sucos e outras bebidas de frutas. Com sede na Alemanha, a SGF trabalha para garantir o cumprimento dos padrões de segurança de alimentos, autenticidade, rastreabilidade, boas práticas de fabricação e sustentabilidade.

A Agroterenas parabeniza toda a equipe envolvida que, em paralelo às suas atividades diárias, fizeram com empenho, dedicação e comprometimento para que a empresa atingisse esses resultados.

Inauguração de Biofábrica garante redução de defensivos

O compromisso da Agroterenas com a sustentabilidade foi reforçado com a inauguração da Biofábrica de Multiplicação de Microrganismos On Farm. A iniciativa garante a diminuição de defensivos agroquímicos, tornando a produção mais sustentável e rentável.

Segundo a Engenheira Agronôma responsável pelo projeto, Bruna Geraldi, a ideia é baratear os insumos biológicos, que hoje têm valor alto no mercado, visando a sua inserção em grande escala no manejo da Agroterenas Cana. “Queremos aumentar o número de microrganismos utilizados para que eles substituam os produtos químicos. Estamos buscando uma agricultura mais rentável, produtiva e sustentável para a Agroterenas”, ressalta.

Para a instalação da Biofábrica, a Agroterenas firmou parceria com uma empresa fornecedora de dornas de multiplicação, meios de cultura e inóculos. “Sabemos que existe um universo de microrganismos à disposição e vários deles com possibilidade de trazer para a cultura benefícios nutricionais e de sanidade”, afirma a Engenheira.

A Biofábrica foi instalada na Unidade Maracaí, mas também atenderá a Unidade Paraguaçu Paulista.

Você sabia que a rastreabilidade na produção de laranjas já é realidade na Agroterenas?

Processos mais modernos, eficientes e inovadores, levaram a Agroterenas a adotar a rastreabilidade eletrônica na produção de laranja. A tecnologia garante a segurança e a confiabilidade de informações, entre elas, a procedência do produto.

A rastreabilidade tem início já no processo de carregamento e continua no transporte e entrega das frutas. Por meio desse sistema é possível registrar informações como nome do motorista, placa do veículo, peso, data, hora e destino: fábrica de suco própria, fábrica de suco de terceiros ou comercialização in natura.

Esse acompanhamento garante que todas as etapas, desde o plantio da laranja até a produção final do suco, sejam acompanhadas de perto para que a Agroterenas possa oferecer as melhores frutas e o melhor suco para seus clientes.

Assista ao vídeo

Criatividade e inovação dão o tom ao último dia da Reintegração

Um convite para uma avaliação pessoal sobre áreas importantes da vida: família, trabalho, saúde, finanças, entre outros, foi o foco da palestra realizada nesta sexta-feira (17/01), no Resort Água das Araras, durante a Reintegração que a Agroterenas promoveu nesta semana para os colaboradores das operações de entressafra da Unidade Maracaí. O Operador de Colhedora, Cleber Zanella, fez uma apresentação musical para abrir os trabalhos.

Com uma palestra dinâmica, recheada de energia, humor e motivação, o Ator e Palhaço Profissional, Hudson Zanoni, trabalhou o tema “Humanização no Ambiente de Trabalho”. Por meio de música e teatro, a mensagem principal: ter um equilíbrio emocional para uma vida saudável em todas as suas esferas, levou os presentes a fazer uma reflexão pessoal e profissional.

Políticas de segurança do trabalho também foram pauta na Reintegração. Com o objetivo de resguardar a saúde do trabalhador no exercício de suas atividades, o Técnico da área de Segurança do Trabalho, Jackson Humberto Ferreira Ramos, realizou um treinamento sobre as medidas de prevenção de acidentes em conformidade com a Norma Regulamentadora (NR) 31.8 – Agrotóxicos, Adjuvantes e Produtos Afins.

A última apresentação do evento abordou o tema “Transformação Digital – TD”, uma realidade que está cada vez mais impactando pessoas e negócios. Em razão disso, a palestra ministrada pelo Tecnólogo em Big Data no Agronegócio, Luís Eduardo de Souza, teve como objetivo explicar como está acontecendo a TD na Agroterenas e no mundo. Para isso, além de conteúdos do mercado digital como o conceito V.U.C.A (Volátil, Incerteza, Complexibilidade e Ambiguidade), também foram apresentados e explicados alguns dos principais projetos desenvolvidos pela Agroterenas.

A Reintegração é um evento anual, cujo objetivo é dar às boas-vindas aos colaboradores que retornaram das férias coletivas.

Reintegração foca em saúde e educação financeira

O segundo dia (16/01) da Reintegração realizada pela Agroterenas teve início com um alerta feito pela Enfermeira do Trabalho, Elaine Palmeira Zanoni de Souza, sobre a importância da saúde do trabalhador. Em seguida, a Coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Orgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), Elisângela Palmeira Zanoni Xavier, abordou o tema “Doação de Órgãos”.

“A certeza do diagnóstico de morte encefálica”, “Como ser um doador?”, “Quais órgãos podem ser doados?”, “Para quem vão os órgãos e tecidos?” e todos os procedimentos de doação, foram alguns dos assuntos explicados pela Coordenadora.

A segunda palestra do dia foi realizada pelo Cabo da Polícia Militar de Assis, Antônio Marcos de Souza, que falou sobre “Direção Defensiva”. Segundo ele, houve um aumento de 27% de mortes apenas na região de Assis, mesmo com o aumento da fiscalização. O Policial explicou que as principais causas de acidentes no trânsito são: uso de celular no volante, ultrapassagem insegura, dirigir sob influência de álcool e excesso de velocidade. O Cabo Marcos ressaltou, ainda, a importância do uso de cinto de segurança e de dirigir com atenção; e também do conhecimento das leis de trânsito e do planejamento de tempo para evitar o excesso de velocidade.

No período da tarde, o “Relacionamento com Fornecedores, Arrendamentos e Parceiros” tema apresentado pelo Engenheiro Agronômo, Aníbal Santos Júnior, que destacou a importância dos parceiros e vizinhos para a Agroterenas. Durante a explanação, o Engenheiro falou como a postura dos colaboradores impacta nesse relacionamento e orientou os participantes como proceder diante de um imprevisto ocorrido em uma propriedade.

A Supervisora da área Financeira, Daniela da Fonseca Domingues Santos, encerrou o dia com uma explanação sobre “Educação Financeira”. Na oportunidade, Daniela destacou a importância de ter um controle financeiro, os benefícios que o consumo consciente e um planejamento podem gerar, bem como soluções para um equilíbrio financeiro. Os cuidados necessários com os vilões do orçamento: cheque especial, empréstimos e dívidas, igualmente foram reforçados pela Supervisora.

A Reintegração é um treinamento realizado pela Agroterenas anualmente e visa dar às boas-vindas aos colaboradores que retornaram das férias coletivas. Aproximadamente 450 profissionais envolvidos nas operações de entressafra da Unidade Maracaí participam do evento, que está sendo realizado no Resort Água das Araras, em Paraguaçu Paulista.

 ,

Reintegração recebe colaboradores após férias coletivas

A Agroterenas deu início hoje (15/01) ao treinamento de Reintegração dos colaboradores da Unidade Maracaí, que retornaram das férias coletivas. O encontro visa dar às boas-vindas e motivar os profissionais para o ano de trabalho que se inicia. Cerca de 450 colaboradores participam do encontro, que está sendo realizado no Resort Água das Araras, em Paraguaçu Paulista, até sexta-feira (17/01).

A Reintegração faz parte do calendário anual de atividades da Agroterenas. Coordenada pela área de T&D e Seleção, a programação de treinamentos reforça assuntos de interesse dos participantes, como benefícios, saúde, segurança do trabalho, educação financeira, comunicação, procedimentos nas operações, informações técnicas e controle de qualidade, além de informações institucionais atualizadas. Todos os profissionais envolvidos nas operações de entressafra participam do evento.

Na manhã desta quarta-feira, o treinamento foi realizado pela área de Comunicação, que abordou a importância do cuidado com a imagem da empresa, uso de mídias sociais e os meios de comunicação da Agroterenas. Os objetivos e a forma de participação nos Projetos AGT+, Canteiro de Ideias e Inova 2.0, também foram apresentados durante o evento.

Já na parte da tarde, coube ao Coaching Dênis Gomes falar sobre “Qualidade de Vida”. Durante sua explanação, Dênis destacou a importância de os colaboradores adotarem uma qualidade de vida melhor, bem como hábitos saudáveis, valorizando a promoção da saúde, a prática de atividade física e o   autodesenvolvimento.