Mais uma safra de cana-de-açúcar concluída com sucesso! Mesmo com as adversidades climáticas, as três Unidades do grupo: Deodápolis, Maracaí e Paraguaçu Paulista colheram 5.395.903,08 toneladas. A produção total de açúcares praticamente não variou.

Todas as unidades apresentaram resultados bastante satisfatórios, principalmente em função das geadas e seca observadas no período. A Unidade de Deodápolis (MS) fechou com 1.141.047,06 toneladas de cana colhidas, sendo 73 toneladas por hectare e aumento da quantidade de açúcar/ton (ATR) para 140 kg, sendo ao final a unidade que mais sofreu.

Em São Paulo, a Unidade Maracaí se destacou em relação a toda região centro-sul, colhendo 2.234.317,52 com uma produtividade de 88 toneladas por hectare. Já em Paraguaçu Paulista, a cana colhida chegou a 2.020.538,50 toneladas e produtividade de 79 toneladas por hectare. Em relação à quantidade de açúcar, a Unidade Maracaí apresentou 145 kg/t e Paraguaçu Paulista 146 kg/t.

Segundo o Diretor de Operações Agrícolas, João Guilherme Iglézias, “os resultados são o reflexo do empenho de todos os colaboradores que trabalharam com energia e maestria para que mais uma vez alcançássemos os objetivos de produção mesmo em uma situação muito adversa”. Vale frisar que durante toda a safra a Agroterenas manteve as medidas preventivas estabelecidas pelas autoridades de saúde para proteger os colaboradores da Covid-19.

Parabéns a todas as equipes!